Periodontia
Dependendo da extensão da doença periodontal, o tratamento pode variar amplamente. Se a doença for diagnosticada precocemente, procedimentos simples podem ser realizados e irão remover a placa bacteriana e o cálculo abaixo da margem gengival, eliminando, assim, as bactérias causadoras da infecção. Entretanto, se a doença avançou a um ponto em que as bolsas periodontais estão muito profundas e o osso de suporte foi perdido, cirurgias podem ser necessárias. As formas de tratamento periodontal mais utilizadas são:
1. Raspagem e Alisamento Radicular
2. Cirurgia para Redução de Bolsas Periodontais
3. Regeneração Periodontal
4. Aumento de Coroa Clínica: Estético e Funcional
5. Cirurgia plástica periodontal
6. Terapia Periodontal de Suporte (Manutenção)
  • Prótese Fixa

    É uma prótese fixada sobre um implante (individual) ou mais implantes (múltipla). Esse tipo de prótese é parafusado ou cimentado e retirado apenas pelo seu dentista. É uma prótese que confere boa estética e é uma ótima opção para quem pretende fugir das próteses removíveis, o único inconveniente é que este tipo de prótese necessita

  • Implantes Osseointegrados

    São parafusos implantados, por meio cirúrgico, diretamente no osso maxilar. O período da osseointegração (integração ao osso) leva, em média, de 4 a 6 meses, dependendo da região a receber o implante. Após esse período, uma segunda cirurgia é necessária para ligar o implante ao meio bucal. Nessa fase, o cirurgião dentista remove a gengiva

  • Implantodontia

    Implantes dentários são suportes ou estruturas em titânio posicionadas cirurgicamente no osso maxilar dentro da gengiva para substituir as raízes dentárias. Uma vez colocados, permitem montar próteses para repor dentes perdidos. Em nossa clínica, esses procedimentos são planejados e executados por profissionais com mais de 20 anos de dedicação a esse tipo de tratamento reabilitador,

DG5